Não propaganda e espaço urbano

Este trabalho pretende refletir sobre a dinâmica entre publicidade, espaço público e cidadãos, através da intervenção urbana Não Propaganda, realizada pelo coletivo baiano GIA, também observando os processos de mediação da mesma com a produção de um vídeo arte produzido pelo grupo a partir da filmagem da realização da ação na cidade de São Paulo, em 2006. Essa intervenção buscou tratar da comunicação nas cidades por meio de placas, faixas e panfletos amarelos sem conter nenhuma palavra ou desenho, propondo uma reflexão acerca das opressoras estruturas de propaganda e de marketing de produtos que continuamente excedem e deformam os espaços públicos de circulação e as festas populares. Dessa forma, o artigo procura analisar o impacto dessa intervenção urbana, levando em consideração a resposta do público que a atravessa, como esses corpos a apreendem nos deslocamentos urbanos e de que forma o registro da mesma em vídeo arte contribui na produção de sentido nas cidades.


Título: Não Propaganda e espaço urbano: Reflexões sobre intervenções urbanas, publicidade na cidade e vídeo arte

Autoria: Elisa Maria Barros Marques e Emilliano Alves de Freitas Nogueira

Ano: 2020

Palavras-Chave: Intervenção Urbana, Publicidade; Vídeo arte, Cidade, Coletivos.


Para o link do trabalho completo clique aqui.