Audição - a música ensina | 2020.1 |

Resistência, revolução e amor em tempos de coléra, mi hermano!

por Aia Vânia

(edição virtual)

A proposta aqui é escutar com atenção, cada música e tentar se perceber nas várias situações que elas nos colocam. Ora estamos no chão, estamos resistindo e rastejando para não defiarmos de vez, nesse processo de um rastejar mais súbindo erguemos nossos punhos e tentamos fazer a revolution ou fazemos somente a já difícil revolução individual.

Ouça as músicas                                          Veja o vídeo (projeção)

  • YouTube
AUDIÇÃO CORONA FINAL.jpg

Audição - a música ensina | 2020. 2 |

Bezerra da Silva e o realismo marginal: uma análise à luz da criminologia crítica!

por Allan Hahnemann, Fernanda Rezek e Crimedia

(edição virtual)

Ouça as músicas                                         Vídeos: projeção e debate

post 01.png

Audição - a música ensina | 2020. 3 | (edição virtual)

Encontros e desencontros 

por Laila Loddi

Talvez o tema mais investigado da cultura humana, o amor rende músicas, poemas, filmes, livros e permanece inconcluso, posto que é movimento, força cósmica de aproximação e experiência intransferível. Mas embora único, o sentimento amoroso tem algo de compartilhável, que nos conecta e nos faz pertencer, aqui nessa mesa de bar, a centenas de casos de amor. Para o escritor Roland Barthes o discurso amoroso é tecido de desejo e imaginário, e cada um pode preenchê-lo conforme sua própria história. A vontade de amar persegue a humanidade. Mas a poeta Tatiana Nascimento provoca: sipá a gente ama mais drama e DR do que amar. Será? De toda forma, o amor tem um jeito manso que é só seu, e pelos encontros e desencontros a vida pulsa incansavelmente.

Ouça as músicas                                         Vídeos: projeção e debate

encontros e desencontros post.png

Audição - a música ensina | 2020.4 | (edição virtual)

Palavra Resistente: páginas em sons, cantares libertários

por Fabi Itaci e Glácia Lelis

De tudo se faz canção...

Nesta edição do Audição resolvemos reunir escrita poética, sons e imagens para, assim, sentir, refletir e vivenciar tal dimensão como forma de resistência a tempos de obscurantismo e negacionismo da arte, da cultura e das sensações e sentimentos que costuram a vida social.
 
Propõem taxar os livros. Nós dizemos:  “a gente quer comida, diversão e arte.” E experimentado o “delicado da vida” vamos no “poema miragem” seguindo todos os sentidos, poetizar as dores e construir o belo da esperança do mundo mudar

Ouça as músicas                                         Vídeos: projeção e debate

post insta png.png

Audição - a música ensina | 2020.5 | (edição virtual)

O direito de sonhar

por Capu

​“A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar.” Fernando Birri

Ouça as músicas                                         Vídeos: projeção e debate

o direito de sonhar post.png

Audição - a música ensina | 2020.6 | (edição virtual)

Polaroides contraculturais em arte e arquitetura e cidade

por Lu de laurentiz

A proposta dessa edição-audição é um álbum de fotografias em palavras-imagens-sons, do período de 1963 a 1983, no Brasil e estrangeiro, apresentando o espaço de utopia e sociedade nas experiências contraculturais em artes, arquiteturas e cidades como contraponto aos perfis vigentes do capitalismo.

Ouça as músicas                                         Vídeos: projeção e debate

polaroides.jpg