Buscar

Palestra do Professor Titular da Unb Benny Schvarsberg no Lançamento do Observatório Popular do PDP de Goiás.


Acompanhe outras informações em habitaracidade.com/pdpgoias




50 visualizações0 comentário

29/10 - 21h | Audição - a música ensina | 2020. 6 |

Polaroides contraculturais em arte e arquitetura e cidade [1963-1983], por Lu de Laurentiz​


A proposta dessa edição-audição é um álbum de fotografias em palavras-imagens-sons, do período de 1963 a 1983, no Brasil e estrangeiro, apresentando o espaço de utopia e sociedade nas experiências contraculturais em artes, arquiteturas e cidades como contraponto aos perfis vigentes do capitalismo.


Inscrições em habitaracidade.com/audicao em arte e arquitetura e cidade [1963-1983], por Lu de Laurentiz​


A proposta dessa edição-audição é um álbum de fotografias em palavras-imagens-sons, do período de 1963 a 1983, no Brasil e estrangeiro, apresentando o espaço de utopia e sociedade nas experiências contraculturais em artes, arquiteturas e cidades como contraponto aos perfis vigentes do capitalismo.


Inscrições em habitaracidade.com/audicao




46 visualizações0 comentário

Esta semana o portal habitaracidade.com traz à biblioteca "Da resistência à potência: paisagens baldias no caso da cidade de São Paulo", artigo de Arthur Cabral publicado nos Anais do 2º Congresso Ibero-americano de História Urbana, realizado em 2019 na Cidade do México. Entre esforços de ordenamento do território e espaços retomados pelos elementos naturais característicos do sítio urbano de São Paulo, o artigo propõe a reflexão sobre oportunidades de fruição paisagística no meio urbano contemporâneo. Boa leitura!


"Em que pese a excepcionalidade com que a paisagem se apresenta nas cidades contemporâneas, a persistência e a sobrevivência, mesmo em contextos metropolitanos, da experiência de estranhamento que a natureza nos provoca permite pressupor a possibilidade de fruição paisagística em tais contextos. Propõe-se, aqui, a reflexão sobre as oportunidades que os espaços urbanos residuais, por não se definirem por nenhuma intencionalidade a priori e por se abrirem às manifestações originárias da natureza, oferecem à fruição paisagística no cotidiano das grandes cidades."


Acesse o trabalho completo em habitaracidade.com/biblioteca

20 visualizações0 comentário